Mercado

Abate de vacas sobe em 2022 após 3 anos consecutivos de queda

O ritmo de abate de vacas em 2022 aumentou 18,7% em relação a 2021, somando o 8,01 milhões de cabeças.

A alta de 18,7% no ritmo de abate de vacas aconteceu após 3 anos consecutivos de queda (primeira Figura abaixo) e alcançar o menor valor em 2021, quando o abate de vacas somou 6,74 milhões de cabeças.

Vale lembrar que no ano de 2021 o preço do bezerro alcançou patamar recorde histórico, o que estimulou a retenção de vacas devido ao momento favorável da atividade de cria. Em 2022 o cenário mudou, com a queda no preço do bezerro e a consequente alta nas vendas de fêmea para o abate.

E por falar no valor da categoria de reposição, o Farmnews atualizou dados da evolução do preço corrigido do bezerro entre 2010 e a parcial de março de 2023. Clique aqui e confira!

A Figura a seguir apresenta os dados de abate de vacas no Brasil, em milhões de cabeças e a respectiva variação anual, entre 2010 e 2022, segundo dados oficiais do IBGE.

abate de vacas
Fonte: Dados do IBGE (adaptado por Farmnews)

O abate de vacas no Brasil subiu 18,7% em 2022, alcançando 8,01 milhões de cabeças e o maior valor desde 2019, quando somou 9,60 milhões de cabeças.

Apesar da alta, o valor de 2022 de 8,01 milhões de cabeças ficou abaixo da média anual apurada entre 2010 e 2022, de 9,36 milhões de cabeças. Os dados sugerem que o ano de 2023 pode dar sequência ao aumento do ritmo de abate de vacas, já que historicamente o valor foi maior, inclusive com a máxima de 11,39 milhões de cabeças em 2013.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

A maior intenção do abate de vacas impulsionou o total de bovinos abatidos no País (segunda Figura) que subiu 7,5% em relação a 2021 e atingiu 29,80 milhões de cabeças.

A Figura abaixo apresenta os dados de abate total de bovinos no Brasil, em milhões de cabeças e a respectiva variação anual, entre 2010 e 2022, segundo dados oficiais do IBGE.

Fonte: Dados do IBGE (adaptado por Farmnews)

O abate oficial de bovinos foi de 29,80 milhões de cabeças em 2022 e, apesar da alta frente a 2021 (27,70 milhões de cabeças), segue abaixo da média avaliada desde 2010, de 30,82 milhões de cabeças.

O abate deve seguir aumentando em 2023, estimulado também por uma maior oferta de vacas para o abate, ainda devido aos preços do bezerro que acumula quedas consecutivas no ano (clique aqui). A maior participação das fêmeas no abate total de bovinos do País em 2022 é apresentada na terceira Figura.

A Figura a seguir ilustra a evolução da relação do abate de vacas em relação ao total de bovinos abatidos no Brasil (oficialmente), entre 2010 e 2022, segundo dados do IBGE

abate de vacas
Fonte: Dados do IBGE (adaptado por Farmnews)

Em 2022 a taxa de abate de vacas foi de 26,9%, acima de 2021 (24,3%) e também de 2021 (26,0%), mas segue abaixo da média avaliada desde 2010, de 30,3%.

A importância da relação entre o preço do bezerro e a taxa de abate de vacas foi discutida pelo Farmnews. Clique aqui!

O Farmnews atualizou também os dados da relação de troca de bezerros por boi gordo em fevereiro de 2023. Clique aqui e confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo