Mercado

Mercado futuro do boi gordo, milho e soja na mínima no final de fevereiro

O mercado futuro do boi gordo, milho e soja em 2024 segue em queda e na mínima no fim de fevereiro.

O preço futuro do boi gordo também passou a cair com mais intensidade na segunda metade de fevereiro, reflexo da queda no mercado físico. O contrato para vencimento em maio de 2024 acumula perda de 8,4%, cotado a R$222,9 por arroba (Figura), valor 5,1% abaixo da referência no físico (R$234,9) e 15,5% menor que a média nominal (Cepea) de maio de 2023 (R$263,8).

Apesar das exportações de carne bovina em patamares recordes (clique aqui), esse movimento de queda era esperado de certa forma, devido ao período do ano, quando tradicionalmente predomina uma maior oferta de animais para o abate e um consumo doméstico mais lento.

Contudo, essa queda no mercado futuro tem feito com que o preço esperado do boi gordo fique abaixo do físico ou muito próximo a ele, como no caso do contrato para vencimento em outubro, quando se espera um cenário de preço mais favorável. E por falar no assunto, clique aqui e confira a evolução diária do preço do contrato futuro do boi gordo para outubro e da referência no físico (Cepea).

O mercado futuro do milho e da soja acentuou ainda mais a perda em fevereiro, com o preço esperado do milho para setembro de 2024 cotado abaixo de R$60,0 por saca pela primeira vez ao longo do vencimento. Na parcial de fevereiro (28), o contrato do milho caiu 18,4% frente ao valor que encerrou 2023, cotado a R$58,9 por saca, enquanto o contrato da soja para vencimento em abril de 2024 desvalorizou 13,0% no mesmo período.

A Figura ilustra a variação acumulada do preço futuro do boi gordo (BGIK24), do milho (CCMU24) e da soja (SJCK24), ao longo de 2024, até o dia 28 de fevereiro.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp
mercado futuro do boi gordo
Fonte: Dados da B3-CME (adaptado por Farmnews)

O mercado futuro do boi gordo segue pressionado, reflexo da queda no físico nos primeiros meses de 2024, cenário que tende a mudar gradativamente a partir da segunda metade do ano.

Alguns dos nossos leitores que investem nos perguntam se essa queda é uma oportunidade para compra. Nesse momento o mercado ainda não sinalizou um ponto de reversão de tendência, ou seja, o mercado deve se manter pressionado no curto prazo, apesar dos valores estarem teoricamente atrativos.

Vale lembrar também que o Farmnews atualiza, diariamente, os dados dos preços do mercado futuro do boi gordo (clique aqui), milho (clique aqui) e soja (clique aqui)!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo